Sibcg | Notícias


17/05: CABO VERDE - JMM

Os missionários Elton e Kellen Rangel pedem oração pela autorização, abertura e funcionamento da Rádio Evangélica em Cabo Verde e pelo projeto Dja Flora (Florescer), no vilarejo de Benexa. O projeto tem como objetivo a transformação da comunidade através das atividades que serão desenvolvidas com os moradores e a construção de um forno comunitário. Ore também pela preparação de novos obreiros locais. Ne 5-7

18/05: PORTUGAL - JMM

O missionário Dinê Lota foi convidado a mentoriar alguns estudantes do Seminário Teológico Batista Português em Braga, incentivando-os em sua caminhada com Cristo. Ore a fim de que o irmão Dinê seja bênção para estes jovens e que, através desses relacionamentos, Deus levante líderes fiéis para impactar essa nação. (Priscila – Sul da Ásia) Ne 8-10

19/05: ESPANHA - JMM

O missionário David Bianchi pede oração pela criação de uma escola de futebol em La Línea e pela vida do casal de obreiros locais que manifestou o desejo de iniciar este projeto na cidade. Que essa ação seja uma ferramenta poderosa para trazer jovens aos pés de Cristo. (Lucimar Garcia – Aposentada; Francisco Sanches – Aposentado; Roberto Carmona – Botsuana) Ne 11-13

20/05:MOÇAMBIQUE - JMM

Louve a Deus, pois em Tica, os irmãos retomaram as obras do templo, graças à ajuda das ofertas que permitiram efetuar a compra dos materiais que faltavam. A missão está na fase de construção do teto. Ore para que esse trabalho seja concluído e aqueles irmãos tenham boas instalações para cultuar a Deus. Et 1-4

24/05: BURKINA FASSO

O país entrou na área vermelha, devido a ameaças terroristas no país. Que Deus continue abençoando e guardando aquele país e todos os nossos amados irmãos que ali estão. (Luciana Vasconcelos – Missionária PEM) Jó 4-6

#IgrejaSofredora

Na Índia, extremistas hindus têm aumentado seus ataques a alvos cristãos. E isso com o silêncio do governo, interpretado como endosso à perseguição no país. Nossos irmãos em Cristo contam com nossas orações pela Igreja Sofredora.

<

MISSÕES ESTADUAIS 2016

A Campanha de Missões Estaduais desse ano tem o seguinte tema: “A Missão é Possível”. A divisa encontra-se em Atos 13.47b. O conceito criado para a campanha é a leitura do contexto global. O mundo vive a beira de uma loucura! Guerras, terrorismo, epidemias e em especial no Brasil, a grave crise política que afeta o país de norte a sul em todos os sentidos. Para os cristãos que vivem o evangelho e meditam na Bíblia dia e noite, isso não é novidade, já sabíamos, temos o privilégio de saber de tudo com antecedência, mas junto com a informação também recebemos a MISSÃO (Ide)! As pessoas aceitam que suas vidas acabam aqui e que não há esperança para humanidade e entregam-se a tudo o que o mundo apresenta, enquanto isso há um grupo especial fortemente armado (armadura da fé) e com habilidade militares (servimos ao Senhor dos Exércitos) levando a LUZ (somos sal e luz) que mostra o caminho para a SALVAÇÃO. Você é um agente secreto da Agência do Reino de Deus, indo à campo, orando e ofertando, pois todos sabemos há muito tempo que com Jesus "A missão é Possível"! Esse ano usaremos maciçamente as mídias sociais (Facebook e Twitter), site (batistasms.com.br), canal de vídeos (Youtube) e pela nossa lista de e-mails, além do cartaz oficial e cartaz de missionários que já foi encaminhados às igrejas por correio. Em nossas mídias os irmãos encontrarão todos os subsídios necessários para desenvolver a Campanha, tais como, Vídeos de projetos missionários de Missões Estaduais; Vídeos com sugestões de músicas missionárias para utilizar durante a campanha, tanto adulto, quanto infantil; material infantil entre outros. Todo o material disponibilizado poderá ser explorado pelo promotor para que possa desenvolver uma excelente campanha..

A IMAGEM DE CRISTO NA IGREJA SOFREDORA

A Igreja de Cristo tem vivido dias verdadeiramente apocalípticos. Muitos têm tomado a forma de Cristo em sua morte, nas palavras do apóstolo Paulo em Filipenses 3.10. Em diferentes níveis, a perseguição pode ser contra um indivíduo, contra famílias, no âmbito de igreja, comunidade e nação. Há países em que as pessoas não são livres para decidir sua própria religião e até mesmo possuir a Bíblia é sinônimo de traição estatal (caso da Coreia do Norte, por exemplo). Pouco se divulga na mídia, mas os campos de concentração norte-coreanos não deixam nada a dever aos campos nazistas da época da Segunda Guerra Mundial. Cristãos chegam a morrer de fome, são torturados, sujeitos ao trabalho forçado. Há inclusive relatos de mulheres grávidas que são submetidas à “gangorra”, uma tábua é colocada sobre seus ventres e obrigam dois outros prisioneiros a subirem nas pontas, forçando assim um aborto. Os requintes de crueldade causam pavor só de ler, que se dirá da experiência viva dessas atrocidades. No âmbito familiar, o converso pode ter de deixar ou ser deixado pelo cônjuge, ser banido do convívio, ser impedido de receber heranças familiares e até mesmo de participar do enterro de entes queridos. Há pouco tempo, um de nossos missionários relatou a história de um casal em que ambos vivem juntos, se tornaram cristãos há alguns anos, têm filhos, mas a família da esposa é muçulmana e não quer mais o casamento e ameaça entregá-la para casar com um muçulmano. Outros tiveram de sair de casa com a roupa do corpo, sendo cuspidos e repudiados publicamente por suas famílias. Muitas igrejas não têm sequer permissão de existirem, que dirá de construírem templos, terem bíblias e materiais cristãos. Nossos irmãos em Cristo, por vezes são cerceados no ir e vir, tendo dificuldades até para saírem de seus países. Oprimidos por todos os lados, eles vivem sob constante vigilância. China e Indonésia são dois exemplos. As cruzes estão sendo retiradas de igrejas na China e há proibições de novas construções em alguns distritos. Há o sofrimento da pressão social e sanções legais de acesso a seus próprios bens e recursos, há empregos, além de intimações e atitudes preconceituosas, discriminadoras e violentas por parte da comunidade ao redor. .

Voltar